terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

nao sinta

Assim eu queria meu ultimo suspiro de poluição emocional
lembraremos de nossas merdas e nossas injurias de ódiamor
maçante, se eu ao menos tivesse um pingo de traço de beleza falsificada cascau que desgraçadamente te atrai, talvez sentiria mais compaixão por esse vinculo jeca da fisionomia exterior deteriorada das carcaças xexelentas abençoadas, ô graça que perturba e nao satisfaz.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Embora quisesse estar

As palavras são um perigo! 
Tentei dizer menos e pensar mais...
E concluí que, se também pensar menos...
Sou mais, muito mais feliz!Sou livre mas não estou perdidaEmbora quisesse estar

entropia

Como meus pensamentos perdidos
Secos e encharcados que
Desorganizam se facilmente
Como a chuva de verão
Como a manhã de primavera com frio do inverno
Como as nuvens no céu e as gotas no chão
Como as partículas que não coincidem a
Energia interna que altera
Tao rápido e tão simples
Que quase não percebo
Mas são reais
Uma prova real do quanto nao sou evidente
Prova do quanto eu não sei...
Do quanto queria saber..

caso

Caso alguém queira saber,
O caos predominante em meus dias
Que quase sempre chovia
Melhor não ver nem sentir
A cor que grita no silêncio que vivencio
Que exprime o visível e invisivel do fictício
Caso alguém queira entender,
O pensamento incorreto
Veja as cicatrizes em meus pulsos
Causadas por impulsos
Note a tristeza no olhar
Ou a corda na qual possa me jogar
E caso alguem queira ajudar,
Pinte seu coraçao no pôr do sol
Faz plástica de aquarela
Faz tua dança mais singela
Abrace o que é belo
E se vista de amarelo..

Traço

Esse traço do teu olho reflete a imensidão

Que quando rebate bate sa tua escrotidao

Que sai do fundo, 

lá mesmo onde tudo nem existe é só coisisse

Implantada no fluxo desse teu inconsistente

Persistênte em acha que é gente,.

Ventôuo levou

O vento soprou com tal força trazendo fluxos e pressão no ar de pensamentos passados, a chuva desceu e molhou teus defeitos enbaraçando teu cabelo que lembravam as ondas de indecisões e receios que foram evaporadas, e,  novamente caíram sobre ti como as gotículas de verão que trazem a tensão superficial que insiste em abafar teus dias.. 15/01

Senti minha alma corrompida evitando o buraco negro da ignorancia, no meu, no nosso olhar depois da ida, temendo e amando o inferno com a mesma ambiçao pelo ceu, que céu? no meu, no nosso coracao loucamente confusos e perdidos no labirinto da contradiçao sem chao de pes nus,.